33 refugiados somalis mortos no Mar Vermelho

Adem, 17 Mar 2017 (AFP) - Trinta e três somalis, entre eles mulheres e crianças, morreram por disparos contra sua embarcação no mar Vermelho, informaram nesta sexta-feira as autoridades da cidade iemenita de Hodeida, controlada pelos rebeldes xiitas.

Os corpos de 33 refugiados foram levados aos hospitais da cidade portuária, onde 35 feridos também foram internados, afirmou um funcionário dos serviços de saúde, que disse ignorar as circunstâncias do ataque. Uma fonte que trabalha no porto confirmou o balanço de 33 mortos.

Esta fonte, que pediu anonimato, disse à AFP que a embarcação dos refugiados conseguiu atracar em Hodeida e que os mortos e feridos foram atingidos por disparos de armas leves, o que parece excluir um ataque aéreo.

Segundo ele, dezenas de somalis que sobreviveram ao ataque, assim como três traficantes de pessoas iemenitas a bordo da embarcação, foram levados à prisão central da cidade.

A agência Saba, controlada pelos rebeldes xiitas huthis, afirmou que o ataque foi provocado pela aviação da coalizão árabe liderada pela Arábia Saudita.

A agência não divulgou um balanço exato do ataque, nem informou suas circunstâncias.

Não se sabe se os refugiados tentavam fugir do Iêmen ou se refugiar neste país.

Apesar da guerra e da crise humanitária, o Iêmen continua sendo um foco de atração para os refugiados do chifre da África que fogem da miséria.

No sul do país há vários campos de refugiados somalis, mas nenhum na região de Hodeida, situado mais ao norte.

O setor situado ao sul de Hodeida foi palco de violentos combates nas últimas 24 horas que deixaram 32 mortos, segundo fontes médicas e militares.

Desde a intervenção da coalizão árabe, em março de 2015, para ajudar o governo a frear o avanço dos rebeldes, mais de 7.700 pessoas morreram e mais de 42.500 ficaram feridas na disputa bélica, segundo a ONU.

O país sofre atualmente a "pior crise humanitária no mundo" e se expõe a um grave perigo de fome, adverte a ONU.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos