Índia aumenta segurança no Taj Mahal por medo de atentado

Agra, Índia, 17 Mar 2017 (AFP) - A Índia reforçou a segurança do Taj Mahal, um monumento visitado por milhões de turistas indianos e estrangeiros, após uma ameaça atribuída a um grupo extremista vinculado ao Estado Islâmico (EI), indicou nesta sexta-feira a polícia.

A imprensa local publicou a foto de um extremista com roupa militar e armado com um lança-foguetes junto ao famoso monumento Mughal. No segundo plano da imagem é possível ler as palavras "novo alvo".

Segundo a organização SITE, que se dedica a vigiar os sites extremistas, o grupo de propaganda pró-EI Ahwaal Ummat Media Center divulgou esta fotomontagem no aplicativo de mensagens Telegram.

"Não houve informação específica dos serviços de inteligência nem nenhum alerta oficial, mas em vista dos artigos de imprensa reforçamos a segurança no Taj", declarou à AFP Preetender Singh, um responsável da polícia.

"Os exercícios de segurança são realizados a cada seis horas, em vez de cada dia", acrescentou.

As autoridades mobilizaram equipes de remoção de bombas e unidades de elite. Também reforçaram as patrulhas às margens do rio Yamuna, que corre junto ao Taj.

str-abh/cc/amd/emd/gm/eg/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos