Presidente de Gana forma gabinete com 110 ministros

Em Acra

  • Shi Song/Xinhua

    O presidente de Gana, Addo Akufo-Addo, faz discurso em Accra

    O presidente de Gana, Addo Akufo-Addo, faz discurso em Accra

O presidente de Gana, Nana Akufo-Addo, justificou nesta sexta-feira (17) sua decisão de formar um gabinete com nada menos que 110 ministros, afirmando que trata-se de um "investimento necessário para endireitar o país".

Na quarta-feira, Akufo-Addo realizou uma série de nomeações, que elevou o número de membros do gabinete ao recorde de 110, sendo 40 ministros, 50 ministros delegados e 20 ministros regionais.

"Tenho consciência de que a população está preocupada por este grande gabinete porque o considera custoso, mas entre os ministros delegados, 42 de 50 são legisladores, e o custo desta mudança será mínimo para as finanças públicas", declarou o presidente do país, com 25,9 milhões de habitantes.

"Os integrantes deste governo chegam para trabalhar, e não para sair de férias", afirmou Akufo-Addo, eleito em dezembro sob a promessa de endireitar a economia do país e combater a corrupção. "É um investimento necessário".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos