Sistema bancário SWIFT desconecta Coreia do Norte de sua rede

Bruxelas, 17 Mar 2017 (AFP) - O sistema de identificação bancária para transferências internacionais SWIFT anunciou nesta sexta-feira a expulsão dos últimos bancos norte-coreanos conectados a sua rede, em um contexto de tensão com Pyongyang após o lançamento de mísseis.

"Os bancos norte-coreanos que ainda estavam conectados à rede já não respeitam os critérios de pertencimento ao SWIFT, e por isso não terão mais acesso ao sistema", indicou em um comunicado esta plataforma de pagamento, que informou às autoridades europeias, diante da "atenção internacional crescente" sobre este país asiático.

Esta decisão isola completamente em nível financeiro a Coreia do Norte, país ao qual a comunidade internacional já impôs uma série de sanções desde seu primeiro teste nuclear, em 2006, embora não tenha conseguido dissuadir o país de deter o desenvolvimento de seu programa nuclear e balístico.

O último lançamento de quatro mísseis, realizado no início de março, era um exercício visando atingir em caso de necessidade as bases americanas no Japão, havia anunciado na época a agência oficial norte-coreana KCNA.

Depois de visitar a zona desmilitarizada que divide as duas Coreias, o secretário de Estado americano, Rex Tillerson, afirmou nesta sexta-feira em Seul que uma ação militar contra a Coreia do Norte é uma "opção que está sobre a mesa".

"Com certeza nós não queremos que as coisas cheguem a um conflito militar", disse à imprensa, antes de acrescentar: "Se (os norte-coreanos) elevarem a ameaça de seu programa de armas nucleares a um nível que consideramos que exige uma ação, então a opção está sobre a mesa".

axr-tjc/ra/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos