EUA não excluem renegociar acordos da OMC

Baden-Baden, Alemanha, 18 Mar 2017 (AFP) - Os Estados Unidos estão dispostos a renegociar tratados de livre comércio, incluindo os multilaterais assinados no âmbito da Organização Mundial de Comércio (OMC), afirmou neste sábado em Baden-Baden o novo secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin.

"Queremos reexaminar alguns acordos, falamos de reexaminar o NAFTA (dos Estados Unidos com México e Canadá)" disse, no âmbito da reunião ministerial do G20 (países ricos e emergentes).

"Algumas partes da OMC não são aplicadas, e vamos tentar com combatividade que sejam no interesse dos trabalhadores americanos", declarou Mnuchin em uma coletiva de imprensa.

Alguns acordos "são velhos, e precisam ser renegociados, nós consideraremos" fazer isso, acrescentou ao término da reunião.

Os acordos da OMC, que tem sua sede em Genebra, foram assinados em 1994 e entraram em vigor em 1995.

Servem de marco multilateral para a liberalização do comércio, embora este impulso tenha se freado na última década, em benefício de acordos regionais ou entre países.

Em encontros anteriores do G20, os ministros das Finanças defenderam regularmente o livre comércio, mas os Estados Unidos conseguiram impor seu critério em Baden-Baden e a declaração final omitiu este tema, assim como o da luta contra as mudanças climáticas.

"A linguagem histórica não era pertinente, e o que é pertinente é o que acordamos como grupo: aumentar a contribuição do comércio a nossas economias", comentou Mnuchin em uma coletiva de imprensa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos