Tensão com Coreia do Norte alcança 'nível perigoso', diz Tillerson

Pequim, 18 Mar 2017 (AFP) - A tensão na península coreana "atinge um nível perigoso", declarou neste sábado o secretário de Estado americano, Rex Tillerson, adiantando que os Estados Unidos trabalharão com a China para lidar com o caso norte-coreano.

"Acredito que compartilhamos a mesma visão e uma sensação de que a tensão na península está muito elevada atualmente e que as coisas chegaram a um nível perigoso", disse Tillerson após uma reunião com o seu colega chinês, Wang Yi, em Pequim.

"Trabalharemos juntos para ver se podemos levar o governo de Pyongyang a mudar de posição (...) e se afastar do desenvolvimento de armas nucleares", acrescentou.

Tillerson declarou na véspera em Seul que a opção militar com a Coreia do Norte está "sobre a mesa".

Wang Yi reafirmou, por sua vez, a posição de Pequim, único aliado do regime de Pyongyang, que estipula que a única maneira de resolver a crise na Coreia é através do diálogo.

"Podemos escolher entre deixar que a situação se deteriore até levar a um conflito, ou voltar ao caminho adequado das negociações", disse Wang.

Pequim, assim como Washington, "espera encontrar a forma de reativar as negociações e não abandona a esperança de alcançar a paz", afirmou o ministro chinês.

bar-dma/pa/me/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos