Colunista de jornal americano Jimmy Breslin morre aos 88 anos

Washington, 20 Mar 2017 (AFP) - O repórter americano premiado Jimmy Breslin, que estava se recuperando de uma pneumonia, morreu neste domingo aos 88 anos, confirmou sua esposa, Ronnie Eldridge, segundo o New York Times.

Breslin, um nativo do Queens que abandonou a faculdade e se tornou um personagem único no mundo competitivo das redações de tabloides da cidade de Nova York, também é considerado integrante do movimento New Journalism, junto com escritores como Gay Talese, Tom Wolfe e Hunter Thompson.

Seu objetivo era dar um toque mais literário às coberturas de notícias. Uma das colunas mais reverenciadas de Breslin foi sobre o enterro do presidente John F. Kennedy.

Breslin ganhou o prêmio George Polk em 1985 e o prêmio Pulitzer no ano seguinte. Ele também foi um autor best-seller.

Seus períodos como repórter e colunista foram no Daily News, no Newsday de Nova York, depois no Newsday de Long Island e de volta ao Daily News.

"Jimmy Breslin era uma voz furiosa, engraçada, escandalosa e atenciosa que transformou a escrita de jornal em literatura", disse o editor-chefe do Daily News, Arthur Browne.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos