Alemanha rebate declarações de Erdogan sobre "práticas nazistas" de Merkel

Berlim, 20 Mar 2017 (AFP) - O governo da Alemanha considera "inaceitáveis" as declarações do presidente turco Recep Tayyip Erdogan, que no domingo acusou pessoalmente a chanceler Angela Merkel de "práticas nazistas".

"Nossa posição continua inalterada. As comparações com o nazismo são inaceitáveis, independente de sua forma", declarou à imprensa a porta-voz Ulrike Demmer.

O presidente turco acusou no domingo Merkel de recorrer a "práticas nazistas", em referência ao cancelamento na Alemanha de vários comícios a favor do "Sim" no referendo de 16 de abril, com o qual Ankara pretende aumentar os poderes presidenciais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos