Opel, primeiro exonerado em investigação na França por emissões de diesel

Paris, 20 Mar 2017 (AFP) - A Opel se converteu nesta segunda-feira na primeira marca de automóveis comercializada na França a ser exonerada da suspeita de adulteração nas emissões de seus veículos a diesel, na investigação aberta após o escândalo da Volkswagen.

As investigações e os testes realizados nos veículos desta marca - que o grupo francês PSA está comprando do americano General Motors (GM) - "não colocaram em evidência elementos constitutivos de uma infração de engano", disse o ministro francês da Economia em um comunicado.

Os casos da Fiat-Chrysler, PSA (marcas Peugeot, Citroën e DS), Volkswagen e Renault foram transmitidos à procuradoria.

O grupo Volkswagen, gigante que reúne 12 marcas (entre elas Audi, Porsche ou Skoda) admitiu em setembro de 2015 que havia equipado 11 milhões de carros a diesel em todo o mundo (600.000 deles nos Estados Unidos) com um software que manipulava o nível real de emissões de gás poluente para fazê-los parecer mais verdes do que realmente eram.

Os especialistas não excluíram que outros grupos automotivos tivessem recorrido a programas similares.

tq/fka/spi/me/es/ma

RENAULT

PSA PEUGEOT CITROEN

VOLKSWAGEN

GENERAL MOTORS

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos