UE classifica de 'surrealista' o G20 de Baden-Baden

Bruxelas, 21 Mar 2017 (AFP) - A União Europeia classificou nesta terça-feira de "um pouco surrealista" a reunião de ministros das Finanças do G20 na cidade alemã de Baden-Baden, onde os Estados Unidos questionaram o livre comércio.

"Era um pouco surrealista para os países da UE, já que o G20 se reuniu ali para expressar os valores que advogam por um levantamento dos obstáculos ao comércio", declarou o ministro maltês das Finanças, Edward Scicluna, cujo país exerce a presidência pró tempore da UE.

"Quando você tem um sócio muito importante que expressa uma opinião diferente, é preciso reexaminar a situação de maneira muito prudente e diplomática", acrescentou em referência aos Estados Unidos, ao chegar a uma reunião de ministros das Finanças europeus em Bruxelas.

Depois de descrever a atmosfera como "muito tranquila", o político maltês classificou o G20 das Finanças como um "ensaio geral e uma experiência muito útil antes da cúpula do G20 em julho", que reunirá nesta ocasião os presidentes.

"Os países tiveram más experiências quando o protecionismo cresceu no passado", disse Scicluna, que fez um apelo para convencer aqueles que questionam as virtudes do livre comércio.

O comissário europeu de Assuntos Econômicos e Financeiros, Pierre Moscovici, reafirmou, por sua vez, o compromisso da UE com os tratados comerciais, quando o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, se prepara para se reunir em Bruxelas com os presidentes da Comissão e do Conselho Europeu.

"Nós, na UE, não queremos construir muros, mas pontes, pontes para o comércio. Estamos dispostos a discutir com nossos sócios asiáticos", acrescentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos