Combates entre grupos étnicos rivais deixam 46 mortos em março na Nigéria

Lagos, 22 Mar 2017 (AFP) - Ao menos 46 pessoas morreram e quase 100 ficaram feridas no mês de março em conflitos entre grupos étnicos rivais do sudoeste da Nigéria, de acordo com a Polícia nesta quarta-feira (22).

"A estimativa de vítimas é de 46 mortos e 96 feridos nos combates em Ile-Ife. Dentre os feridos, 81 receberam cuidados de primeiros-socorros e outros 15 permanecem no hospital", contou um porta-voz da polícia nigeriana, Moshood Jimoh, à AFP.

A Nigéria enviou forças especias à zona durante dois dias na tentativa de conter a violência, que causou inúmeras destruições de casas e barracas.

"Pedimos aos nigerianos que sejam tolerantes entre si. Devemos buscar uma convivência pacífica entre os diferentes grupos étnicos da Nigéria. Temos que deixar de nos ver como haussas, igbos ou Iorubás", declarou Jimoh, em referência aos três principais grupos existentes no país.

Habitantes de Ile-Ife, cidade considerada historicamente como a capital dos Iorubás, afirmam que o total de mortos é muito maior que o divulgado e que pode chegar a 150 vítimas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos