Multidão lincha quatro supostos criminosos na Guatemala

Cidade da Guatemala, 28 Mar 2017 (AFP) - Uma multidão linchou e queimou quatro homens acusados de assalto a um vendedor de cartões telefônicos em um povoado do departamento indígena de San Marcos, no oeste da Guatemala, informou nesta terça-feira a Polícia Nacional Civil (PNC).

No incidente, reportado na noite de segunda-feira, três dos supostos delinquentes morreram e um foi "resgatado ainda com vida" e levado a um hospital, disse a jornalistas Pablo Castillo, porta-voz da instituição policial.

O múltiplo linchamento ocorreu na aldeia Maquivel do município de San Miguel Ixtahuacán, 145 km a oeste da capital, indicou Castillo.

O porta-voz da PNC afirmou que os corpos foram recuperados por um contingente de 50 elementos "que saíram do lugar antes que fossem dominados pelos moradores locais".

Os linchamentos se tornaram frequentes na Guatemala diante da desconfiança da população nas instituições de segurança e justiça.

Segundo um relatório do Grupo de Apoio Mútuo (GAM), mais de 310 pessoas morreram linchadas na Guatemala nos últimos nove anos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos