Petição exige que Melania Trump vá a Washington ou pague por segurança

Washington, 29 Mar 2017 (AFP) - Mais de 225.000 pessoas assinaram, nesta quarta-feira, uma petição para que a primeira-dama dos Estados Unidos, Melania Trump, pague os custos da sua segurança em Nova York ou vá morar na Casa Branca, em Washington.

"O contribuinte paga uma quantidade exorbitante de dinheiro para proteger a primeira-dama na Trump Tower em Nova York", apontaram os signatários da petição, no site change.org.

Em um momento em que é preciso reduzir a dívida, "este gasto não produz nenhum resultado positivo para o país e não deveria continuar sendo financiado", indicaram.

A petição, que às 21H30 GMT de quarta-feira (18H30 de Brasília) tinha sido assinada por cerca de 225.000 pessoas, será apresentada aos senadores do Partido Democrata Bernie Sanders e Elizabeth Warren.

Melania Trump disse anteriormente que continuaria morando em Nova York, junto com seu filho Barron, até o fim do ano letivo.

Sua segurança e a do seu filho custa entre 127.000 e 146.000 dólares por dia à polícia de Nova York, indicou o chefe da instituição, James O'Neill, em uma carta aos legisladores da cidade, datada em 21 de fevereiro.

Entre a eleição de Donald Trump, em 8 de novembro de 2016, e sua posse, em 20 de janeiro, a proteção da família presidencial custou 24 milhões de dólares, cerca de 308.000 por dia, segundo O'Neill.

Autoridades do estado da Flórida também pediram recentemente ao presidente Trump que reembolse o custo das suas visitas à sua residência privada de Mar-a-Lago, em Palm Beach, ou que pare de ir ao local.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos