Sobe para 92 o número de mortos em deslizamento de terra na Colômbia, diz Cruz Vermelha

Bogotá

  • AFP Photo/Ejercito de Colombia

    Resgate de mulher em deslizamento de terra provocado por fortes chuvas em Mocoa, estado de Putumayo

    Resgate de mulher em deslizamento de terra provocado por fortes chuvas em Mocoa, estado de Putumayo

Subiu para 92 o número de mortos em um deslizamento de terra no município de Mocoa, sul da Colômbia, que também deixou 180 feridos, após a cheia de rios causada pelas fortes chuvas dos últimos dias, anunciou neste sábado a Cruz Vermelha Colombiana (CRC).

"Reportamos 92 mortos e 180 feridos", informou à AFP César Urueña, diretor geral de Socorro da CRC, assinalando que cerca de 200 pessoas estavam desaparecidas.

Há o registro de "17 bairros afetados, 174 feridos e 23 mortos", indica o órgão em um relatório sobre a tragédia, ocorrida na noite de ontem, cujo número de desaparecidos é indeterminado, segundo autoridades.

Devido à dimensão da catástrofe, o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, informou que irá viajar até Mocoa, capital do departamento de Putumayo, para supervisionar os trabalhos de resgate e assistência.

A governadora de Putumayo, Sorrel Aroca, assinalou que se trata de uma tragédia sem precedentes. "Há centenas de famílias que ainda não encontramos, bairros desaparecidos", disse à W Radio.

Autoridades criaram uma sala de crises com a presença de autoridades locais, e mais de 100 pessoas, entre soldados, policiais e membros de órgãos de socorro, trabalham nas buscas por desaparecidos e na remoção dos destroços", disse Márquez.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos