OPAQ diz estar muito preocupada com ataque químico na Síria

Haia, 4 Abr 2017 (AFP) - A Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ) afirmou nesta terça-feira que está "muito preocupada" após o ataque químico que deixou ao menos 58 mortos e 170 feridos em um reduto rebelde e extremista do noroeste da Síria.

A organização, com sede em Haia, "está muito preocupada pelo suposto ataque com armas químicas informado pelos meios de comunicação (nesta terça-feira) pela manhã em Khan Sheikhun, região do sul da província de Idlib", declarou em um comunicado, afirmando "reunir e analisar as informações de todas as fontes disponíveis".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos