Coreia do Norte atuará de maneira implacável em caso de provocação dos EUA

Moscou, 6 Abr 2017 (AFP) - A Coreia do Norte vai atuar de maneira "implacável" diante da menor provocação dos Estados Unidos, afirmou o embaixador norte-coreano na Rússia, depois que Washington anunciou o reforço das capacidades militares após o lançamento de um míssil por Pyongyang.

"Nosso exército já declarou: se acontecer a mínima provocação dos Estados Unidos durante os exercícios (militares), estamos dispostos a dar um golpe implacável", afirmou Kim Hyong jun, citado pela agência de notícias russa Interfax.

Coreia do Sul e Estados Unidos devem realizar nos dias 13, 21 e 26 de abril exercícios conjuntos perto da fronteira entre as duas Coreias, segundo o ministério da Defesa sul-coreano.

Pyongyang considera que esses exercícios consistem em treinamento para uma operação com o objetivo de destruir "o poder na Coreia do Norte", segundo seu embaixador.

"Agora possuímos armas nucleares e outras armas modernas. Como já dissemos em várias ocasiões, estamos preparados e somos capazes de combater qualquer desafio por parte dos Estados Unidos", ameaçou.

O presidente Donald Trump assegurou na quarta ao primeiro-ministro japonês Shinzo Abe que os Estados Unidos vão reforçar suas capacidades militares para responder à ameaça norte-coreana, segundo um comunicado da Casa Branca.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos