Opositores venezuelanos protestam contra Maduro pela quarta vez em uma semana

Caracas, 8 Abr 2017 (AFP) - Milhares de opositores venezuelanos protestavam neste sábado em Caracas contra o governo de Nicolás Maduro, sua quarta manifestação em uma semana, marcada pela rejeição a uma decisão que bloqueia a candidatura presidencial de Henrique Capriles.

Carregando fotos do líder e figura emblemática da oposição, os manifestantes acusaram mais uma vez Maduro de liderar uma "ditadura" que afundou a Venezuela na "miséria".

"Isso que acabam de fazer com Capriles é produto de uma tirania. Essas pessoas fazem o que querem", disse Adel AFP Rincones, um ex-atleta de 61 anos.

Vestido com o uniforme da seleção olímpica da Venezuela, Rincones chegou a Chacao (leste) com um cartaz onde se lia: "A Venezuela está ferida no coração, com fome, miséria, corrupção, ditadura".

Capriles foi notificado na sexta-feira pela Controladoria de uma inabilitação para exercer cargos públicos por 15 anos, o que acaba com suas possibilidades de se candidatar pela terceira vez à presidência nas eleições de dezembro de 2018.

O líder opositor de 44 anos anunciou que recorrerá da sanção, imposta por supostas irregularidades administrativas como governador do Estado Miranda (norte), cargo que ocupa desde 2008.

jt-axm/cd/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos