Coptas do Egito limitam as celebrações de Páscoa

Cairo, 12 Abr 2017 (AFP) - A Igreja copta do Egito decidiu nesta quarta-feira limitar as celebrações da Páscoa às missas, depois dos atentados de domingo contra a comunidade cristã.

"Dadas as atuais circunstâncias e por solidariedade às famílias das vítimas, vamos limitar as celebrações da Páscoa às missas nas igrejas", afirma um comunicado.

No domingo, dois atentados suicidas reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI) contra igrejas de Tanta e Alexandria deixaram 45 mortos e dezenas de feridos.

Uma fonte do Patriarcado copta explicou à AFP que, ao contrário dos últimos anos, "não teremos adornos nas igrejas e os espaços reservados à recepção dos fiéis que desejam transmitir suas felicitações por ocasião da festividade permanecerão fechadas".

Na Páscoa, o papa copta tem o hábito de entregar doces e chocolates às crianças ao cumprimentar os fiéis após a missa. Esta cerimônia também foi cancelada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos