EI nega ter perdido homens no bombardeio americano no Afeganistão

Cairo, 14 Abr 2017 (AFP) - O grupo Estado Islâmico (EI) negou nesta sexta-feira através de sua agência de propaganda Amaq ter sofrido perdas no bombardeio americano na quinta-feira no leste do Afeganistão, que teria matando pelo menos 36 extremistas segundo as autoridades afegãs.

"Uma fonte de segurança negou à agência Amaq qualquer morto ou ferido no ataque americano ontem em Nangarhar", indicou a Amaq, referindo-se ao lançamento de uma enorme bomba (MOAB) GBU-43/B, apelidada por Washington de a "mãe de todas as bombas".

se/vl/jri /mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos