EUA: juiz examina medidas de Trump contra "cidades santuário"

Los Angeles, 15 Abr 2017 (AFP) - Um juiz dos Estados Unidos ouviu nesta sexta-feira os argumentos dos advogados que representam duas cidades "santuário" que desafiaram a ordem executiva do presidente Donald Trump para retirar as ajudas federais a municípios que dão assistência a imigrantes.

O resultado desse caso, tratado por um tribunal de São Francisco, poderá impactar mais de 300 cidades e condados dos Estados Unidos que denunciaram a inconstitucionalidade da decisão de Trump de reter os recursos destinados às cidades que se negam a cooperar com os agentes federais de imigração.

O juiz federal encarregado pelo caso, William Orrick, disse que emitirá sua decisão "assim que for possível", depois ouvir os argumentos dos advogados que representam a cidade de São Francisco e o condado de Santa Clara.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos