Eleições francesas: União Europeia saúda Macron

Bruxelas, 23 Abr 2017 (AFP) - O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e a chanceler do bloco, Federica Mogherini, saudaram neste domingo o centrista Emmanuel Macron, que venceu o primeiro turno das eleições presidenciais francesas e é o favorito ao segundo turno, em 7 de maio.

Em um tuíte, Jean-Claude Juncker cumprimentou Emmanuel Macron "por seu resultado no primeiro turno" e desejou-lhe "sorte para o futuro". No segundo turno, o centrista disputará a Presidência com a líder da extrema direita, Marine Le Pen.

Outros dirigentes da UE também acolheram o resultado de Macron, depois que vários funcionários de Bruxelas expressaram em caráter privado suas preocupações com Le Pen, eurocética e defensora de uma linha dura contra a imigração.

"Ver bandeiras da #França e da UE celebrando o resultado de @emmanuelmacron é a esperança e o futuro da nossa geração", tuitou a chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, ex-ministra italiana das Relações Exteriores.

Michel Barnier, negociador europeu para o Brexit, insinuou sua preocupação de que Le Pen tirasse a França do bloco.

"Patriota e Europeu, depositarei minha confiança em Emmanuel Macron em 7 de maio. A França deve continuar sendo europeia", tuitou o francês.

bur-prh/fjb/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos