Grande manifestação de 1º de maio em Moscou

Moscou, 1 Mai 2017 (AFP) - Quase um milhão e meio de russos marcharam nesta segunda-feira no centro de Moscou no Dia do Trabalhador, um comparecimento muito maior que nos anos anteriores, segundo a polícia da capital russa.

"Quase 1,5 milhão de pessoas marcharam pelo 1º de maio", declarou em um comunicado citado pela agência de notícias Interfax.

Sob um sol radiante, os manifestantes marcharam pela Praça Vermelha, agitando bandeiras e balões junto aos muros do Kremlin. Em 2016 e 2015, apenas 100.000 pessoas participaram deste desfile em Moscou, de acordo com dados da polícia.

"Para mim, trata-se de uma festa imortal!", declarou à AFP Vladimir Nikolaevich, um comandante reformado do exército russo, que marchou com seu uniforme de gala.

Alguns dos manifestantes agitavam bandeiras comunistas e retratos de Lênin, ao som de uma fanfarra. Outros gritavam palavras de ordem contra o governo, como Vladislav Riazantsiev, um dos líderes do movimento "Bloco de Esquerda".

"Somos contra (o presidente russo Vladimir) Putin, mas não contra ele como pessoa", disse à AFP.

No total, 2,6 milhões de russos marcharam neste Dia Internacional dos Trabalhadores, um feriado na Rússia, segundo as autoridades.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos