Grupo EI perdeu 80% da localidade síria de Tabqa

Beirute, 1 Mai 2017 (AFP) - Combatentes apoiados pelos Estados Unidos tomaram 80% de Tabqa (norte) do grupo islâmico Estado Islâmico (EI), uma semana depois de entrarem nesta cidade em seu avanço rumo a Raqa, principal reduto da organização extremista na Síria, indicou uma ONG nesta segunda-feira.

Tabqa (norte) está situada 55 km a sudoeste de Raqa, de onde as Forças Democráticas Sírias (FDS), uma aliança de combatentes curdos e árabes, pretendem se apoderar.

Com o avanço das FDS em Tabqa, o EI recuou aos dois últimos bairros adjacentes às margens do rio Eufrates, disse à AFP o diretor do Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), Rami Abdel Rahman.

"As FDS já controlam 80% de Tabqa", declarou. "Em toda a cidade, o EI possui apenas os dois distritos de Wahda e Hurriya".

Na manhã desta segunda-feira, os confrontos entre os extremistas e as FDS, apoiadas pela coalizão internacional liderada por Washington, chegaram a estes dois bairros.

O ataque das FDS para recuperar Tabqa começou no final de março, uma etapa da ofensiva lançada em novembro para recuperar o controle de Raqa.

A guerra na Síria, que começou em março de 2011, após a repressão das manifestações pacíficas pró-democracia por parte do regime de Bashar al-Assad, já deixou mais de 320.000 mortos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos