Bruxelas pede fim do controle de fronteiras internas da UE até novembro

Bruxelas, 2 Mai 2017 (AFP) - A Comissão Europeia propôs nesta terça-feira o levantamento no prazo de seis meses dos controles fronteiriços adotados por alguns países em 2015 em plena crise migratória, para retornar, assim, à vigência do espaço europeu de livre circulação Schengen sem controles internos.

"Chegou a hora de retornar gradualmente ao funcionamento completo do sistema Schengen", indicou em uma coletiva de imprensa o comissário europeu de Migrações, Dimitris Avramopoulos, para quem a nova prorrogação de seis meses destes controles deve ser a última.

A Suécia anunciou nesta terça a supressão dos controles de identidade sistemáticos em sua fronteira com a Dinamarca, que havia colocado em andamento em janeiro de 2016 ante o grande fluxo de refugiados.

Paralelamente, o governo anunciou que reforçará os meios da polícia e dos serviços aduaneiros ao longo desta fronteira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos