Jovem é morto durante protestos na Venezuela

Caracas, 3 Mai 2017 (AFP) - Um jovem de 18 anos morreu nesta quarta-feira durante violentos distúrbios registrados em meio aos protestos contra o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, em Caracas, elevando a 32 o número de óbitos em mais de um mês de manifestações, informou a Procuradoria.

O manifestante morreu em circunstâncias ainda não esclarecidas, durante confrontos com as forças de segurança, que dispersaram uma passeata da oposição em Las Mercedes, leste de Caracas, segundo a Procuradoria.

"O jovem teve um trauma penetrante no pescoço sem saída que produziu uma parada cárdio-respiratória. Faleceu quando era socorrido", disse Gerardo Blyde, prefeito de Baruta.

Nos arredores da Praça Altamira, no leste de Caracas, ou manifestante foi gravemente queimado durante os protestos desta quarta-feira contra Maduro, constatou a AFP no local.

O jovem, que foi socorrido e levado a um hospital por paramédicos, teve o corpo queimado acidentalmente quando outro manifestante lançou gasolina sobre uma motocicleta da Guarda Nacional.

Um grupo de manifestantes, com os rostos cobertos, havia atirado coquetéis molotov contra um blindado, incendiado parcialmente.

Ao recuar, o blindado arrastou uma motocicleta da Guarda Nacional, que os manifestantes incendiaram como um troféu de guerra.

As forças de segurança recorreram a bombas de gás lacrimogêneo para dispersar os protestos que reuniram milhares de opositores contrários à convocação de uma Assembleia Constituinte feita pelo governo Maduro.

Apoiados por caminhões blindados, militares e policiais pressionaram uma multidão, com gás e com jatos d'água, na autoestrada Francisco Fajardo, no leste de Caracas. Jovens, alguns encapuzados, reagiram com pedras e com barricadas em chamas. Várias pessoas ficaram feridas, incluindo dois deputados da oposição.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos