Funcionário da ONU é sequestrado na Colômbia

Bogotá, 4 Mai 2017 (AFP) - Um funcionário do Escritório das Nações Unidas de combate às Drogas e ao Crime (ONUDC) foi sequestrado na Colômbia durante uma viagem para promover a substituição de cultivos ilícitos, informou nesta quinta-feira o governo, que condenou "este incidente lamentável".

"O Governo rejeita este lamentável fato que atenta contra a substituição voluntária de cultivos ilícitos com as famílias dedicadas ao cultivo de coca em diferentes zonas do país, e contra a integridade do funcionário da ONUDC", indicou o Conselho para o Pós-conflito, que depende da Presidência da Colômbia, em um comunicado.

Em uma declaração emitida pouco depois, o Sistema das Nações Unidas na Colômbia rejeitou a retenção do funcionário, que não quis dar seu nome ou nacionalidade, ocorrida no dia anterior, no departamento de Guaviare (sudeste), de acordo com relatórios.

"Estamos trabalhando com as autoridades competentes para a libertação imediata e segura", indicou no texto.

O sequestro ocorreu na quarta-feira, horas antes dos embaixadores do Conselho de Segurança da ONU chegarem na Colômbia para apoiar o processo de paz com os guerrilheiros das FARC.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos