O Brexit, "uma tragédia", segundo Jean-Claude Juncker

Florença, Itália, 5 Mai 2017 (AFP) - A decisão britânica de deixar a União Europeia é uma "tragédia" para a qual a Europa também contribuiu, considerou nesta sexta-feira em Florença (centro da Itália) o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker.

"É uma tragédia", declarou Juncker em francês, em um discurso no Instituto Universitário Europeu de Florença, antes de comentar a eleição francesa.

O presidente da Comissão explicou a sua escolha da língua francesa em Florença, garantindo que o inglês estava, "lenta mas seguramente, perdendo terreno na Europa".

"Os franceses vão votar no domingo, e eu quero que eles compreendam o que eu digo sobre a Europa e as nações", acrescentou Juncker, em inglês, antes de mudar para o francês.

Em seu discurso, o ex-primeiro-ministro do Luxemburgo também previu negociações difíceis pela frente depois de se reunir em Londres na semana passada com a primeira-ministra britânica, Theresa May.

Na quarta-feira, May acusou "líderes europeus" de tentar interferir nas eleições parlamentares britânicas de 8 de junho.

Ele não fez nenhum comentário direto sobre estas declarações, adotando um tom conciliador quando falou dos "pontos fracos" da União Europeia. Estes, afirmou, podem "parcialmente explicar o resultado do referendo na Grã-Bretanha".

"A UE, em muitos aspectos, fez muito, incluindo a Comissão", reconheceu, citando "demasiada regulamentação, muita interferência na vida dos nossos cidadãos". A Comissão também reduziu para 23 por ano o número de leis que propõe aos Estados-Membros, contra 130 anteriormente, assegurou.

Mas para as negociações que se anunciam não se deve esquecer algo importante: "não é a União Europeia que deixa o Reino Unido, o Reino Unido deixa a União Europeia, e esta diferença de status deve e será sentida ao longo dos próximos anos", disse Juncker.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos