Primeiro voo teste de avião solar concebido para a estratosfera

Payerne, Suíça, 5 Mai 2017 (AFP) - O primeiro avião solar projetado para voar na estratosfera realizou nesta sexta-feira seu primeiro voo de teste em baixa altitude na Suíça, constatou um fotógrafo da AFP.

O avião solar SolarStratos decolou de sua base base no aeroporto de Payerna (oeste) às 08h00 (03H00 de Brasília), dirigido pelo piloto de testes Damian Hischier, informaram os responsáveis pelo projeto em um comunicado.

"O piloto de testes realizou um voo de sete minutos a uma altitude de 300 metros, antes de retornar à base", apontaram, acrescentando que este primeiro passeio foi realizado com "sucesso".

No futuro, SolarStratos, primeiro avião solar tripulado a entrar na estratosfera, voará a uma altitude de 25.000 metros, uma façanha impossível de realizar por aviões de propulsão convencional.

A aeronave, de 8,5 metros de comprimento e 24,8 de largura, pesa 450 quilos e é revestida com 22 m2 de paineis solares que lhe proporcionam uma autonomia de 24 horas.

O aventureiro suíço Raphaël Domjan, na origem do projeto, pretende realizar este primeiro voo em 2018.

A 25 km de altura, é possível ver as estrelas em plena luz do dia e a curvatura da Terra. Mas há -70 °C de temperatura, com apenas 5% da pressão atmosférica normal. Por razões de peso, o avião não será pressurizado, obrigando o piloto a usar uma roupa de astronauta que funcionará apenas com energia solar, outro fato inédito.

Este voo vai durar cerca de cinco horas: duas e meio de subida, 15 minutos na estratosfera cercado de estrelas, e três horas de volta à terra.

Em 2012, Raphaël Domjan fez a primeira volta ao mundo com energia solar a bordo do PlanetSolar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos