Protesto macabro contra jogadores da Roma

Roma, 5 Mai 2017 (AFP) - Um cartaz com ameaças e quatro bonecos de jogadores pendurados a dois passos do Coliseu... Os moradores e turistas que circularam nesta sexta-feira no centro da capital italiana se depararam com uma cena macabra contra a Roma.

A derrota do time no último domingo no derby romano contra a Lazio (3-1) e a temporada decepcionante, que termina sem título, poderiam ser as causas desta iniciativa sinistra, explica a imprensa.

"Uma conselho, sem ofensas. Durmam com a luz acesa", dizia um cartaz, que foi recolhido imediatamente pela polícia.

De acordo com os meios de comunicação, a mensagem poderia dirigir-se especificamente a três jogadores cujas efígies pendiam enforcadas com a camisa do Roma: o egípcio Mohamed Salah, o italiano Daniele de Rossi e o belga Radja Nainggolan. Um quarto manequim não estava usando as roupas da equipe romana.

A polícia abriu uma investigação para encontrar os autores. "Trata-se de ultras do AS Roma desapontados com o desempenho da equipe ou uma provocação dos torcedores da Lazio?", questionava o jornal Corriere della Sera.

Este incidente ocorre vários dias depois da descoberta no centro de treinamento da Roma de várias silhuetas de cadáveres desenhados no chão com a inscrição "RIP ("Descanse em paz").

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos