Chuvas causam graves inundações e evacuações em massa no Canadá

Ottawa, 8 Mai 2017 (AFP) - Milhares de pessoas foram evacuadas neste domingo no leste do Canadá, com a cheia das águas devido a fortes chuvas, e o Exército triplicou seus efetivos para ajudar os afetados.

Precipitações torrenciais somadas ao derretimento da neve causaram o transbordamento de rios, tornando crítica a situação de Ottawa a Montreal.

O rompimento de três pequenos diques provisórios em Pierrefonds, a oeste da ilha de Montreal, fez com que o nível da água subisse 10 centímetros em zonas já muito inundadas, forçando novas evacuações e declarar o estado de emergência em grande parte da ilha.

Desde Toronto e do lago Ontário, até mais de 500 km abaixo do rio St. Lawrence, o nível das águas continuou aumentando no sábado, especialmente em Quebec, aonde foram enviados cerca de 400 membros das forças armadas.

De acordo com o primeiro-ministro de Quebec, Philippe Couillard, o pior ainda está por vir.

"As águas vão continuar subindo nos próximos dois ou três dias", disse ao final de uma visita a Rigaud (50 km ao leste de Montreal), uma localidade inundada há mais de uma semana.

As precipitações podem chegar a entre 90 e 125 milímetros na noite de domingo e continuar fazendo subir as águas no leste de Montreal, alertaram os serviços de emergência.

Do lado do Atlântico, a Organização de Medidas de Emergência de New Brunswick pediu à população que fique em alerta, ao prever chuvas até segunda-feira.

Em Quebec, mais de 1.500 casas ficaram inundadas em 121 localidades e cerca de 1.000 pessoas foram evacuadas, de acordo com a unidade de emergência do governo.

Do outro lado do país, na província de Colúmbia Britânica, esta mesma combinação de chuvas fortes e neve derretida produziu inundações e deslizamentos de terra, que deixaram ao menos duas pessoas desaparecidas, segundo meios locais.

Uma delas é um responsável local dos bombeiros que realizava trabalhos de verificação do nível das águas.

A outra é um homem de 76 anos que desapareceu no povoado de Tappen depois da sua casa ser arrastada no sábado por um deslizamento de terra, informou à CBC.

"Parecia um trem de carga descendo a montanha. Nós ouvimos as árvores quebrarem, e foi ficando cada vez mais alto, então saímos de lá", disse o bombeiro Kyle Schneider à emissora.

O deslizamento forçou o fechamento de duas estradas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos