Putin pede a Macron para superar a desconfiança mútua e unir forças

Moscou, 8 Mai 2017 (AFP) - O presidente russo Vladimir Putin pediu nesta segunda-feira ao presidente eleito da França, Emmanuel Macron, para "superar a desconfiança mútua" ante "a ameaça crescente do terrorismo e do extremismo violento" no mundo.

"Os cidadãos da França confiaram em você para liderar o país em um período difícil para a Europa e para toda a comunidade mundial. A ameaça crescente do terrorismo e do extremismo violento está acompanhada por conflitos locais e pela desestabilização de regiões inteiras", afirma Putin em um telegrama de felicitação a Macron divulgado pelo Kremlin.

"Nestas condições é especialmente importante superar a desconfiança mútua e unir forças para assegurar a estabilidade e a segurança internacional", completa a mensagem.

De acordo com o comunicado do Kremlin, Putin "confirma sua disposição para trabalhar em conjunto de maneira construtiva em assuntos bilaterais, regionais e globais".

"Putin também desejou a Macron boa saúde, prosperidade e êxito em suas responsabilidades como chefe de Estado", indica o comunicado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos