Taxa de desemprego trimestral em Portugal cai a 10,1%

Lisboa, 10 Mai 2017 (AFP) - A taxa de desemprego em Portugal caiu novamente no primeiro trimestre, a 10,1%, contra 10,5% do último trimestre de 2016, uma tendência da qual se beneficiaram principalmente os menores de 25 anos, anunciou nesta quarta-feira o Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

Para o ano de 2017, o governo socialista prevê uma taxa de desemprego de 9,9%, a mais baixa desde 2009, contra 11,1% do ano passado.

Apesar de algumas interrupções, o desemprego em Portugal baixou de forma regular desde o primeiro trimestre de 2013, quando alcançou um recorde histórico de 17,5%.

No primeiro trimestre de 2017, a taxa de desemprego entre os menores de 25 anos continuava sendo alta, embora tenha registrado uma clara queda, situando-se em 25,1%, contra os 27,7% do período outubro-dezembro de 2016.

Entre os homens, o desemprego baixou a 9,8%, contra 10,4% do trimestre anterior. Entre as mulheres, se situou em 10,5%, em comparação com os 10,6% precedentes.

O número total de desempregados em Portugal era de 523.900, ou seja, 3,5% menos que no último trimestre de 2016 e 18,2% a menos em comparação com o mesmo período do ano anterior.

O número de pessoas com um emprego subiu 0,3% no último trimestre, e 3,2% em um ano, situando-se em 4,66 milhões.

A população economicamente ativa baixou 0,1% em relação ao trimestre anterior, mas registrou uma subida em ritmo anual de 0,6%, situando-se em 5,18 milhões de pessoas.

Em meados de abril, o governo português anunciou sua previsão de crescimento econômico para 2017 de 1,8%, contra 1,5% anterior. A economia de Portugal registrou um crescimento de 1,4%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos