Turquia considera inaceitável decisão americana de fornecer armas aos curdos da Síria

Ancara, 10 Mai 2017 (AFP) - A decisão adotada na terça-feira pelo governo dos Estados Unidos de fornecer armas às milícias curdas YPG na Síria para lutar contra o grupo Estado Islâmico (EI) é "inaceitável", afirmou o vice-primeiro-ministro turco Nurettin Canikli.

"Fornecer armas às YPG é inaceitável. Tal política não beneficiará ninguém", declarou Canikli ao canal A Haber.

A Turquia considera as Unidades de Proteção Popular (YPG) o braço sírio dos separatistas curdos do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), considerado um grupo "terrorista" por Ancara e seus aliados ocidentais.

"Esperamos que este erro seja retificado", acrescentou Canikli.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, autorizou o Pentágono a "equipar" as milícias curdas "tanto quanto necessário para obter uma clara vitória contra o grupo Estado Islâmico" em Raqa, a capital de fato dos jihadistas, afirmou na terça-feira o porta-voz do Pentágono, Jeff Davis.

De acordo com uma fonte do Departamento de Defesa americano que pediu anonimato, Washington pode fornecer aos curdos sírios "armas leves, munições, metralhadoras, veículos blindados ou equipamentos de engenharia" como escavadeiras.

Ancara teme que os grupos curdos ampliem seu controle em territórios ao norte da Síria, perto da fronteia com a Turquia.

Washington anunciou que fornecerá armas às YPG uma semana antes do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, visitar Washington, onde se reunirá com Donald Trump.

O tema abalou nos últimos meses as relações entre Estados Unidos e Turquia, dois membros importantes da Otan e da coalizão internacional que luta contra os jihadistas.

Com a chegada de Trump à Casa Branca, Ancara esperava uma mudança de postura de Washington a respeito das milícias curdas, que a administração do presidente Barack Obama decidiu apoiar para tentar conter a expansão dos extremistas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos