Boko Haram publica vídeo de estudante que não quis ser libertada

Kano, Nigéria, 13 Mai 2017 (AFP) - O grupo jihadista Boko Haram publicou na noite desta sexta-feira um vídeo que mostra uma das estudantes de Chibok que rejeitou ser libertada na troca de prisioneiros com o governo da Nigéria, na semana passada.

A gravação, de três minutos, mostra uma mulher que afirma ser Maida Yakubu, uma das estudantes sequestradas pelo Boko Haram em abril de 2014, vestida com um véu negro e segurando uma arma.

A jovem, acompanhada por outras três mulheres, também com o véu negro, juram lealdade ao grupo Boko Haram, cuja rebelião já matou 20 mil pessoas na Nigéria desde 2009.

Ao ser perguntada por que não deseja voltar a seus pais, a jovem respondeu: "a razão é que eles vivem entre os infiéis". "Queremos que eles aceitem o Islã".

Esta semana, 82 das estudantes sequestradas em 2014 pelo grupo jihadista foram libertadas em troca de prisioneiros do Boko Haram.

Posteriormente, o porta-voz do governo Garba Shehu informou que uma das jovens havia se negado a voltar, e que estava casada.

abu-sf/lr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos