Temer rejeita acusações e afirma que continuará governando o país

Brasília, 20 Mai 2017 (AFP) - O presidente Michel Temer pediu neste sábado a suspensão das investigações de corrupção de que é alvo, alegando que se baseiam em provas "manipuladas", e proclamou que seguirá à frente do governo, apesar das demandas crescentes por sua renúncia.

As acusações se baseiam em uma "gravação clandestina manipulada e adulterada com objetivos nitidamente subterrâneos", afirmou o presidente em seu segundo pronunciamento à nação em três dias. "Continuarei à frente do governo", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos