Trump apresentará cortes para ajuda de saúde nos EUA

Washington, 22 Mai 2017 (AFP) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, irá propor um corte de 800 bilhões de dólares para o programa de saúde Medicaid em 10 anos, em um projeto orçamentário que será apresentado na terça-feira e poderia afetar o gasto contra a pobreza, informou a imprensa nesta segunda-feira.

Os planos para fazer um corte em massa ao Medicaid, cujos fundos de saúde são para pessoas de baixos recursos e deficientes, chega quando os legisladores do Partido Republicano estão tentado revogar e substituir o Obamacare, dentro do qual o Medicaid exerce um papel importante.

O corte de mais de 800 bilhões de dólares do Medicaid em uma década depende do projeto de lei aprovado na Câmara dos Representantes no início do mês se converter em lei, publicou no domingo o Washington Post citando fontes conhecedoras do projeto.

Sob a lei conhecida como Obamacare, o programa Medicaid estendeu sua cobertura de saúde para 11 milhões de adultos que anteriormente não tinham seguro.

Atualmente, o Medicaid cobre mais de 70 milhões de pessoas, principalmente as de baixa renda e com deficiência.

A Câmara dos Representantes cortaria para 2026 cerca de 25% dos fundos federais para todo o programa do Medicaid e os deixariam a cargo dos estados, que receberiam montantes fixos por meio de subsídios e poderiam ser forçados a reduzir a elegibilidade ou diminuir a ajuda.

A Associação Médica dos Estados Unidos criticou fortemente o projeto de lei, alertando que poderia fazer com que milhões de americanos perdessem o serviço de saúde.

Alguns republicanos também criticaram o projeto e o Senado está trabalhando separadamente com sua própria legislação de saúde.

O gabinete de Orçamento do Congresso, que analisou em março uma versão inicial do projeto aprovado pela Câmara dos Representantes, disse que para 2026 pode acontecer de 14 milhões de pessoas não conseguirem se inscrever.

Este gabinete espera publicar na quarta-feira um novo cálculo do projeto aprovado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos