Um mundo 'mais bem preparado' para combater epidemias (diretora da OMS)

Genebra, 22 Mai 2017 (AFP) - A diretora em fim de mandato da Organização Mundial da Saúde (OMS), a chinesa Margaret Chan, defendeu nesta segunda-feira sua trajetória de 11 anos à frente da agência da ONU, considerando que o mundo está "mais bem preparado", mas "não o suficiente", para responder a epidemias.

"O mundo está mais bem preparado, mas certamente não o suficiente", disse Chan na abertura da Assembleia Geral da Saúde (22 a 31 de maio), na véspera da eleição de seu sucessor pelos 194 Estados-membros da OMS.

"Eu prometi trabalhar incansavelmente e foi o que fiz", ressaltou.

Em janeiro, Chan lançou a criação de um grupo de trabalho encarregado de realizar um novo sistema para "desenvolver vacinas a um custo acessível para patógenos prioritários identificados pela OMS".

"A cronologia do HIV, da tuberculose e das epidemias da malária indicam relações diretas e existentes entre as mudanças nas estratégias técnicas da OMS e a transformação na situação da doença", afirmou.

Além disso, Chan também elogiou o trabalho da OMS na luta contra doenças tropicais negligenciadas, o que permitirá eliminar um grande número delas em um "futuro muito próximo".

Ela também observou que a OMS tem "conseguido progressos científicos e tornou-se mais democrática".

A respeito disto, recordou o trabalho da OMS na luta contra o vírus ebola no oeste africano.

A terrível epidemia atingiu esta área do planeta entre o final de 2013 e 2016 e causou mais de 11.300 mortes entre os cerca de 29.000 casos relatados. Mais de 99% destes casos foram detectados na Guiné, na Libéria e em Serra Leoa.

"A OMS foi capaz de controlar as três cepas e dar ao mundo a primeira vacina contra o ebola, que representa uma proteção importante. Isto aconteceu sob a minha supervisão e eu sou pessoalmente responsável", disse ela.

Durante a epidemia, a OMS foi criticada pela falta de decisão contra a gravidade da crise, já que meses foram perdidos antes de declarar guerra contra o ebola. Nesta segunda-feira, Chan reconheceu que "o surto pegou todos, incluindo a OMS, de surpresa.".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos