Grupo Estado Islâmico reivindica atentado de Manchester (Amaq)

Cairo, 23 Mai 2017 (AFP) - O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou nesta terça-feira em um comunicado o atentado que fez ao menos 22 mortos e 59 feridos na segunda-feira à noite na saída de um show da cantora Ariana Grande em Manchester (oeste da Inglaterra).

O comunicado, publicado pelo EI por meio de um de seus canais de comunicação nas redes sociais, indica que "um dos soldados do califado colocou uma bomba no meio da multidão" durante o show.

O grupo também ameaça cometer outros ataques.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos