Bombardeios de coalizão liderada pelos EUA na Síria deixam 35 mortos

Beirute, 25 Mai 2017 (AFP) - Ao menos 35 civis morreram nesta quinta-feira nos bombardeios da coalizão militar liderada pelos Estados Unidos em uma localidade do leste da Síria nas mãos do grupo extremista Estado Islâmico, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Entre os mortos estão, ao menos, 26 familiares de combatentes do grupo EI, sírios e marroquinos, informou à AFP o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman.

"Os outros nove são civis sírios, dos quais cinco são crianças", acrescentou.

Segundo o OSDH, os bombardeios atingiram edifícios de moradias de Mayadin, uma cidade da província síria de Deir Ezzor.

Em dois dias de bombardeios contra Mayadin morreram 50 pessoas no total, segundo a OSDH.

Entre em 23 de abril e 23 de maio, 225 civis foram abatidos na Síria, segundo o OSDH.

Além disso, o Pentágono publicou na quinta-feira uma investigação segundo a qual 105 civis morreram no ataque contra um esconderijo de armas do grupo EI em Mossul em março.

Mais de 320.000 pessoas morreram desde o começo do conflito na Síria, em março de 2011.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos