Rússia recomenda que seus cidadãos evitem o Reino Unido

Moscou, 26 Mai 2017 (AFP) - A Rússia recomendou nesta sexta-feira que seus cidadãos evitem as viagens ao Reino Unido pelo nível de ameaça terrorista no país, após o atentado que deixou 22 mortos e 75 feridos em Manchester.

"A embaixada da Rússia no Reino Unido recomenda aos cidadãos russos que evitem viajar ao país, sobretudo visitar suas megalópoles, exceto se a viagem obedecer uma extrema necessidade", afirma um comunicado da Agência de Turismo Russa.

A decisão "se justifica pelo fato de o governo do Reino Unido ter aumentado o nível da ameaça terrorista no país ao nível máximo", completa a nota.

O nível de alerta terrorista passou de "grave" a "crítico" após o atentado de segunda-feira à noite em Manchester, ao final de um show da cantora americana Ariana Grande, que deixou 22 mortos e 75 feridos, incluindo muitos adolescentes e crianças.

O atentado foi reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI), que anunciou outros ataques. O risco "pode ser iminente", destacou a primeira-ministra britânica Theresa May.

Oito pessoas foram detidas no âmbito da investigação do atentado suicida, executado por um britânico de origem líbia, Salman Abedi, de 22 anos.

del-all/kat/pg/ra/acc/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos