EUA sancionam fornecedores de programa de armamento da Coreia do Norte

Washington, 1 Jun 2017 (AFP) - Os Estados Unidos anunciaram nesta quinta-feira uma nova série de sanções contra fornecedores do programa de armamento da Coreia do Norte, proibido pela ONU Entre os sancionados estão empresas e um funcionário russo.

O Departamento do Tesouro americano sancionou seis empresas e três indivíduos "em resposta ao desenvolvimento em curso por parte da Coreia do Norte de armas de destruição em massa e (suas) contínuas violações das resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas", segundo um comunicado.

Essas sanções consistem no congelamento de bens das entidades e dos indivíduos afetados, e a proibição aos americanos de fazer negócios com eles.

As sanções afetam à empresa russa Ardis-Bearings e a seu diretor Igor Michurin, que abastecem a companhia norte-coreana Tangun.

A empresa russa Independent Petroleum Company, que entregou petróleo e um milhão de dólares em produtos petroleiros à Coreia do Norte, também foi atingida, assim como uma de suas filiais, a NNK-Primornefteproduct.

Um funcionário chinês do Koryo Bank e do Koryo Credit Development Bank, Ri Song Hyok, também foi sancionado por ter criado várias empresas-fachada que abasteciam a Coreia do Norte.

As outras empresas sancionadas são a Korea Computer Center (KCC), uma companhia pública norte-coreana de tecnologia que tem vários escritórios no exterior; Songy Trading Company, vinculada ao exército norte-coreano e a exportação de carvão; e o Korea Zinc Industrial Group, que exporta minerais, como o zinco.

"Os Estados Unidos continuam apontando pessoas e entidades responsáveis que financiam e apoiam os programas de armamento nuclear e mísseis balísticos da Coreia do Norte", afirmou o diretor do Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros do Tesouro (OFAC), John E. Smith.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos