Grécia investiga funcionários de ONG acusados de abusos sexuais contra refugiados

Atenas, 1 Jun 2017 (AFP) - A ONG americana Mercy Corps anunciou nesta quinta-feira que está investigando as acusações contra dois funcionários na Grécia que teriam abusado sexualmente de refugiados.

Em um comunicado, a ONG explica que os dois funcionários foram colocados em "licença remunerada temporária".

A justiça grega abriu uma investigação após a informação revelada em maio pelo comissário europeu de Ajuda Humanitária, Christos Stylianides.

A Mercy Corps é uma das muitas ONGs presentes na Grécia e financiada com fundos europeus para ajudar dezenas de milhares de refugiados e migrantes bloqueados no país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos