Abu Dhabi exige do Catar um "mapa do caminho" com garantias

Abu Dhabi, 6 Jun 2017 (AFP) - O ministro das Relações Exteriores dos Emirados Árabes Unidos, Anwar Gargash, país que rompeu relações diplomáticas com o Catar, pediu nesta terça-feira um "mapa do caminho com garantias" para poder retomar o diálogo com Doha.

"É necessário estabelecer a confiança depois da ruptura dos compromissos. Precisamos de um mapa do caminho com garantias", escreveu Gargash no Twitter.

Depois da crise de 2014 "é necessário um marco para consolidar a segurança e a estabilidade na região".

O ministro, no entanto, não explicou o tipo de garantias que exige.

As relações entre o Catar e alguns países vizinhos no Golfo passaram por uma crise em 2014 em consequência do apoio de Doha ao grupo Irmandade Muçulmana.

Turquia, Irã e Argélia fizeram apelos por diálogo depois que a Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Egito, Bahrein e Iêmen romperam na segunda-feira as relações diplomática com o Catar, acusando o país de respaldar o "terrorismo", na maior crise diplomática no Oriente Médio em muitos anos.

Em uma tentativa de mediação, o emir do Kuwait, xeque Sabah al-Ahmad Al-Sabah, recebeu na segunda-feira um emissário saudita e conversou por telefone com o chefe de Estado do Catar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos