Aliança árabe-curda entra em Raqa, reduto do EI na Síria

Hazima, Syria, 6 Jun 2017 (AFP) - As Forças Democráticas Sírias (FDS), aliança árabe-curda apoiada pela coalizão liderada pelos Estados Unidos, entraram nesta terça-feira em Raqa, reduto do grupo extremista Estado Islâmico (EI) na Síria, anunciaram um comandante e uma ONG.

"Nossas forças entraram no bairro de Meshleb, zona leste da cidade", disse à AFP o comandante das FDS, Rojda Felat.

Ele também afirmou que combates violentos eram travados nos arredores da zona norte da cidade.

A ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) confirmou a entrada das FDS na região, onde assumiram o controle de vários edifícios.

"Tomaram o posto de controle em Meshleb e de vários prédios", disse o porta-voz do OSDH, Rami Abdel Rahman.

"A ofensiva acontece depois que a coalizão liderada pelos Estados Unidos executou intensos bombardeios aéreos", completou.

As FDS iniciaram em novembro do ano passado uma grande ofensiva para assumir o controle de Raqa e, desde então, conseguiram cercar progressivamente o reduto do EI.

A coalizão liderada por Washington fornece a esta aliança armas, apoio aéreo e ajuda em terra com assessores.

Pouco antes de anunciar a entrada na zona leste de Raqa, as FDS informaram o início da "grande batalha" para expulsar o EI de seu principal reduto na Síria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos