EUA enfraqueceu sua liderança por decisão sobre clima

Nações Unidas, Estados Unidos, 6 Jun 2017 (AFP) - A decisão do presidente Donald Trump de abandonar o acordo de Paris sobre as mudanças climáticas vai desgastar a liderança política e moral dos Estados Unidos no mundo, disse nesta terça-feira o embaixador francês nas Nações Unidas.

Os Estados Unidos estão sendo percebidos atualmente neste tema como "situados no lado errado da história", declarou à imprensa o embaixador Francois Delattre.

Trump anunciou na semana passada que Washington abandonará o acordo, assinado em 2015 por mais de 190 países, gerando fortes críticas em seu próprio país e no mundo todo.

O presidente francês, Emmanuel Macron, prometeu um forte respaldo ao acordo, e reações semelhantes dos governos da Índia e da China confirmam que o pacto de Paris é o "nosso roteiro comum" rumo a um planeta com menos emissões poluentes, recordou Delattre.

Os Estados Unidos, o maior emissor de carbono depois da China, assinou o texto sob a administração de Barack Obama, mas Trump afirmou que iria rever a adesão por considerar que o acordo prejudica a economia do país.

A decisão de Trump "vai além da política de mudanças climáticas" e é um "fator de erosão da liderança moral e política dos Estados Unidos" no mundo, acrescentou o embaixador francês.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos