Jovem árabe-israelense morre em distúrbios em frente à delegacia

Jerusalém, 6 Jun 2017 (AFP) - Um homem de 21 anos morreu na segunda-feira à noite nos distúrbios ocorridos em uma cidade árabe do centro de Israel quando um grupo de pessoas tentou invadir uma delegacia, informou uma fonte policial.

O incidente aconteceu em Kafr Qasem depois da prisão de um homem que era procurado pelas autoridades e foi encontrado graças a uma blitz, assinalou um porta-voz da polícia, Micky Rosenfeld.

Um grupo de habitantes tentou evitar a prisão atacando os policiais e lançando pedras, afirmou. Os agentes conseguiram sair do local levando o suspeito e outro indivíduo envolvido na confusão, acrescentou.

Os incidentes continuaram e três viaturas foram queimadas.

Depois, várias pessoas com o rosto coberto tentaram invadir a delegacia. Temendo por sua vida, um funcionário de uma empresa privada de segurança abriu fogo, afirmou Rosenfeld.

A vítima, Mohamed Taha, faleceu no hospital logo depois por conta dos ferimentos.

"O mataram a sangue frio, é um homicídio doloso e premeditado", disse seu pai à AFP por telefone.

"Recebeu três tiros na cabeça. Se representava perigo, podiam ter atirado nas pernas, sem matá-lo", acrescentou, assegurando que o seu filho participava de uma manifestação pacífica.

Adel Budeir, um advogado que afirmou ter sido testemunha da cena, falou em "assassinato".

"Tentei me aproximar da delegacia e pedi aos jovens que me deixassem passar", explicou. "Quando cheguei a poucos metros da delegacia, um guarda abriu uma porta, disparou e voltou a fechá-la", acrescentou.

"Mohamed Taha não representava perigo nesse momento, era o guarda quem representava perigo", assegurou.

Os árabes-israelenses, descendentes dos palestinos que permaneceram em suas terras depois da criação de Israel em 1948, representam 17,5% de uma população majoritariamente judia. Eles têm a nacionalidade israelense e afirmam há muito tempo que se sentem discriminados.

mab-lal/sbh/es-acc/mb/cb

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos