Reino Unido recordará vítimas de atentado com minuto de silêncio

Londres, 6 Jun 2017 (AFP) - O Reino Unido recordará nesta terça-feira as vítimas do atentado de Londres, observando um minuto de silêncio às 11H00 local (07H00 Brasília), dois dias após o ataque que deixou sete mortos, além dos três terroristas.

As bandeiras ficarão a meio-pau e o país fará silêncio para honrar os sete mortos na ação, reivindicada pelo grupo jihadista Estado Islâmico.

Desafiando o medo, dezenas de pessoas se reuniram na noite desta segunda-feira nos jardins de Potter Field, na zona da prefeitura de Londres.

Em uma breve cerimonia, o prefeito de Londres, Sadiq Khan, denunciou o extremismo e se declarou como um "britânico, muçulmano e patriota".

"Aqueles doentes e perversos extremistas que cometeram estes crimes de ódio, lhes digo que vamos derrotá-los. Não vão vencer", disse Khan, alvo de uma polêmica desatada pelo presidente americano, Donald Trump.

Trump, que fez do combate aos extremistas a pedra fundamental de sua imagem política, acusou Khan de minimizar a ameaça terrorista por dizer à população de Londres para não se alarmar diante da maior presença da polícia após o ataque.

Khan, o primeiro prefeito muçulmano de Londres, respondeu afirmando que tem "coisas melhores e mais importantes para fazer" do que responder aos tuítes de Trump.

"Algumas pessoas amam a disputa e a divisão, mas não vamos permitir que Donald Trump divida nossas comunidades".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos