EUA: James Comey diz que Trump lhe pediu para deixar Flynn em paz

Washington, 7 Jun 2017 (AFP) - O ex-diretor do FBI James Comey revelou, em um testemunho por escrito que ele apresentará na quinta-feira no Senado, que o presidente Donald Trump lhe pediu para deixar em paz o general Michael Flynn, seu ex-assessor de Segurança Nacional, investigado por seus contatos com a Rússia.

"Espero que possa encontrar uma forma de deixar isto passar, de deixar Flynn em paz. É um homem de bem", teria escrito Comey, citando Trump durante reunião que ambos mantiveram em 14 de fevereiro no Salão Oval da Casa Branca. "O presidente disse, 'Eu preciso de lealdade, eu espero lealdade'. Eu não me movi, falei ou alterei minha expressão facial durante o silêncio constrangedor que se seguiu", relatou Comey no testemunho que vai ler perante a comissão de Inteligência do Senado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos