Sírio é preso na Alemanha por ligação com ataque do EI na Suécia

Berlim, 8 Jun 2017 (AFP) - A justiça alemã anunciou nesta quinta-feira a detenção de um sírio por ter organizado a reivindicação pelo grupo Estado Islâmico (EI) de um ataque na Suécia, cujo suposto autor foi absolvido pela justiça sueca.

A Procuradoria federal alemã indicou em um comunicado que Mohammed G., de 23 anos, foi o elo de ligação entre o autor do ataque e a agência de propaganda do EI, Amaq. Ele é acusado de pertencer a uma "organização terrorista".

De acordo com a mesma fonte, o jovem chegou na Alemanha em setembro de 2015 e esteve em contato como "uma pessoa que em 11 de outubro de 2016 provocou um incêndio na Suécia contra uma associação xiita". O incêndio não causou vítimas.

Mohammed G. obteve a confirmação junto ao indivíduo de que tinha cometido o ato para que as agências de propaganda do EI pudessem reivindicá-lo. Logo depois, um jornal da organização jihadista, "al-Naba', reivindicou o ataque.

Um sírio de 30 anos, o suposto contato de Muhammad G., foi, no entanto, absolvido em abril na Suécia por falta de provas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos