Vítima de estupro de Polanski implora a juiz que encerre o caso

Los Angeles, 9 Jun 2017 (AFP) - Uma mulher americana, que foi estuprada na adolescência pelo cineasta Roman Polanski, há quatro décadas, implorou nesta sexta-feira a um juiz de Los Angeles para que encerre o caso para que ela possa continuar com a sua vida.

"Eu imploro que faça isto por mim, tenha piedade de mim", disse Samantha Geimer, que tinha 13 anos na época do crime, em 1977, ao juiz Scott Gordon, do Tribunal Superior de Los Angeles.

"Eu não falo em defesa de Roman, mas da Justiça", acrescentou, ao ler um comunicado, referindo-se ao cineasta pelo primeiro nome. "Eu imploro que reconsidere resolver este caso sem prender um homem de 83 anos", prosseguiu.

jt-jz/ec/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos